sexta-feira, 20 de maio de 2011

Em entrevista coletiva, a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Malvina Tuttman, anunciou nesta quarta-feira, 18, a data de realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2011: 22 e 23 de outubro. Ela informou também que a partir de 2012 a avaliação terá duas edições. As inscrições serão realizadas a partir da próxima segunda-feira, 23, até 10 de junho.

O edital com as regras para o exame deste ano deverá ser publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 19, e trará informações aos alunos que estiverem concluindo o ensino médio em 2011, ou que já o tenham concluído em anos anteriores. As inscrições só poderão ser realizadas pela internet.

Na coletiva à imprensa, a presidente do Inep anunciou ainda a primeira edição de 2012, programada para 28 e 29 de abril, e disse que a definição da segunda edição dependerá das datas das eleições municipais.  “Uma avaliação por ano ainda não responde às exigências acadêmicas. É fundamental termos mais oportunidades de avaliar como estamos, pois vale a pena investir cada vez mais na educação de nossos jovens”, afirmou a presidente.

A intenção, segundo ela, é dar aos estudantes mais oportunidades para concorrer a vagas em instituições de educação superior, a bolsas do Programa Universidade Para Todos (ProUni) e ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Dimensão do Enem – Ao destacar a abrangência do Enem, Malvina Tuttman relembrou que uma reunião com todos os parceiros do exame, realizada no final do ano passado, avaliou as edições anteriores, pensou a presente e previu as futuras, sempre com o objetivo de fortalecer o exercício da plena cidadania. “Mais de 400 mil pessoas estão envolvidas, acreditando na força da educação para o País. O Enem é hoje um exame realizado em 12 mil locais, 140 mil salas de aula, ocorrendo em 1.599 municípios e mais de 6 mil escolas estão no processo”, disse.

A presidente do Inep afirmou estar convicta de que o Enem em 2011 e nas próximas edições terá um processo melhor, solidificado pela experiência. Ela destacou o papel da imprensa no apontamento das falhas e, indagada pelos jornalistas, não descartou o aumento das edições nos anos de 2013 e 2014.

Gestão de riscos – Para cercar-se de todas as ferramentas, a fim de evitar problemas com a realização do Enem, o Inep contratou, por meio de pregão realizado pelo Ministério do Trabalho, a empresa Módulo-Soluções para GRC, Governança, Riscos e Compliance, para fazer o gerenciamento e gestão de risco de todo o processo, com 1276 itens elencados a serem checados. Esse processo vai desde a elaboração da matriz, passando pela logística de distribuição e aplicação das provas nas 140 mil salas em todo o país.

O Inep também constituiu um grupo de operações logísticas para atuar junto à empresa, garantindo segurança em cada etapa do exame, desde a impressão na gráfica até a distribuição e aplicação. Além disso, Tuttman declarou que acompanhará pessoalmente toda a parte de logística e, principalmente, os treinamentos dos aplicadores das provas.

Nesta seleção, os candidatos não poderão entrar na sala com relógios, mas cada sala terá um marcador de tempo. Além disso, os estudantes deverão desligar celulares e outros aparelhos eletrônicos e colocá-los em um porta-objetos específico, que será entregue nos locais de prova.

Outra novidade anunciada pela presidente do Inep é a parceria com o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) para o controle de qualidade de todo o processo de aplicação do exame. De acordo com Tuttman, especialistas do Inmetro vão acompanhar o trabalho de impressão das provas na gráfica.

Perguntada se daria garantias para o sucesso do exame deste ano, a presidente afirmou: “O Enem deu certo. Tanto é que cada vez temos mais adesões, tanto de instituições do ensino superior, quanto para a certificação. Se ele não tivesse dado certo, não teríamos quase 5 milhões de participantes. É um processo irreversível, mas que, como todo o processo, precisa ser aperfeiçoado.”

Para a presidente, o Enem é um grande instrumento de resgate da cidadania, pois, entre outras possibilidades, permite o acesso ao ensino superior de forma igualitária a todos os interessados.


Siga-nos no Twitter para receber noticias em Tempo Real

Fonte: MEC

0 comentários :

Postar um comentário

Promoção de Notebooks na Americanas.com

*Atenção: Preço final está no site, pois este itens são promocionais.

de R$ 1.329,99 por R$ 1.149,99
7x de R$ 164,28 sem juros
cartão americanas
cartão americanas.com 1x de R$ 1.034,99

Smartphones

R$ 1.499,00
10x de R$ 149,90 sem juros
cartão americanas
cartão americanas.com 1x de R$ 1.319,12