terça-feira, 1 de março de 2011

O emprego formal voltou a crescer no Pará em janeiro deste ano. De todos os municípios paraenses, o destaque ficou para Ananindeua, que fechou o mês com um saldo positivo de 386 postos de trabalho, conquistando assim, a liderança no ranking dos 10 municípios paraenses que mais geraram emprego no mês de janeiro. Pela primeira vez, em três anos, Ananindeua superou a capital do Estado, que encerrou o mês com saldo negativo, com 208 postos de trabalho fechados.

Os dados sobre o emprego formal no Pará foram levantados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos no Pará (Dieese/PA). A pesquisa mostrou que em janeiro deste ano foram feitas, no município de Ananindeua, 2.016 admissões contra 1.630 desligamentos. “Esse número é muito positivo e representa 75% de crescimento no setor formal da economia paraense”, analisou Roberto Sena, supervisor técnico do Dieese/PA.

O setor econômico que apresentou a maior geração de postos de trabalho em Ananindeua foi o de serviços, com 163 postos de trabalho, seguido da construção civil, com 151 postos criados.

O servente de obra Arão Alves foi um dos beneficiados com essa expansão de empregos. Ele estava desempregado há quase um ano e ontem recebeu uma ligação que pode mudar a sua vida. “Me chamaram para trabalhar em uma grande obra de um residencial que está sendo construído em Ananindeua. Fiquei muito feliz, estava tentando conseguir um emprego em Belém e nunca conseguia.”

O crescimento dos empregos gera outras esperanças. Paulo Adauto Souza, 28 anos, também aguarda uma vaga na construção civil. Ele se cadastrou no início deste mês no Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Ananindeua. “Tenho vários amigos que conseguiram emprego para trabalhar nessa área. Acho que posso conseguir também.”
Segundo o Sindicato da Indústria da Construção do Estado do Pará (Sinduscon/PA), o crescimento no setor em Ananindeua, em relação ao ano passado, foi de 174,55%: em janeiro de 2010 foram gerados apenas 55 empregos contra 150 no mesmo período este ano.

“O crescimento em Ananindeua foi expressivo e muito significativo para todo o Estado. Esses números podem ser explicados pela grande quantidade de residenciais que estão sendo construídos em Ananindeua. Além disso, o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, tem uma concentração muito forte no município”, explicou José Roberto Marques Rodrigues, economista do Sinduscon.

A expectativa, segundo ele, é que o crescimento se mantenha durante o ano inteiro. “Ananindeua já não é considerado mais aquele município longe de Belém. Além, disso está se desenvolvendo a cada dia que passa”, ressaltou o economista.

Para o Secretário de Desenvolvimento econômico de Ananindeua, Reginaldo Ferreira, a notícia de que o município se destacou no ranking de geração de emprego foi muito bem-vinda, já que historicamente, o mês de janeiro não é um mês tão positivo para o emprego formal. “Esse resultado não aconteceu por acaso. A geração de empregos é uma das prioridades desta gestão. Estamos ganhando a luta contra a geração de empregos e pretendemos continuar ganhando”, disse o secretário.

Em todo Estado - As análises feitas pelo Dieese/PA mostram também que o Estado no comparativo entre admitidos e desligados apresentou um saldo positivo no mês de janeiro de 855 postos de trabalhos, o segundo maior entre os Estados da Região Norte. Já nos últimos 12 meses (Fevereiro de 2010 a Janeiro de 2011) o saldo alcançado pelo estado foi de 51.172 postos de trabalhos, o maior entre os estados da Região Norte.


Cadastre seu curriculum no Celeiro

Fonte: Diário do Pará

0 comentários :

Postar um comentário

Promoção de Notebooks na Americanas.com

*Atenção: Preço final está no site, pois este itens são promocionais.

de R$ 1.329,99 por R$ 1.149,99
7x de R$ 164,28 sem juros
cartão americanas
cartão americanas.com 1x de R$ 1.034,99

Smartphones

R$ 1.499,00
10x de R$ 149,90 sem juros
cartão americanas
cartão americanas.com 1x de R$ 1.319,12